[EPUB] ↠ Memórias de Branca Dias | By ✓ Miguel Real

Memórias de Branca Dias By Miguel Real,

  • Title: Memórias de Branca Dias
  • Author: Miguel Real
  • ISBN: 9789896281564
  • Page: 279
  • Format: Paperback
  • Com uma exist ncia entre a Hist ria e a Lenda, considerada uma das matriarcas do Pernambuco, Branca Dias , no s culo XVI, no Brasil, a primeira mulher portuguesa a praticar esnoga , a primeira mestra laica de meninas e uma das primeiras senhoras de engenho Oriunda de Viana do Castelo, denunciada pela m e e pela irm e presa pela Inquisi o nos Estaus, em Lisboa, BraCom uma exist ncia entre a Hist ria e a Lenda, considerada uma das matriarcas do Pernambuco, Branca Dias , no s culo XVI, no Brasil, a primeira mulher portuguesa a praticar esnoga , a primeira mestra laica de meninas e uma das primeiras senhoras de engenho Oriunda de Viana do Castelo, denunciada pela m e e pela irm e presa pela Inquisi o nos Estaus, em Lisboa, Branca Dias embarca para o Brasil com sete filhos, juntando se ao marido, Diogo Fernandes, vivendo ambos entre Camaragibe e Olinda, onde lhe nascem mais quatro filhos e educa uma enteada Com a primeira visita o do Santo Of cio ao Brasil, em finais do s culo XVI, filhos e netos de Branca Dias s o presos sob a acusa o de reconvers o ao juda smo e enviados para Lisboa, para onde ter o seguido igualmente, presume se, os ossos de Branca Dias, a fim de serem queimados no Rossio em auto de f.No presente romance, Branca Dias rememora a sua vida, da inf ncia no Minho velhice em Olinda, passando pela sua pris o em Lisboa, pela exist ncia perturbada no engenho de a car, pelo levantamento da casa grande de Camaragibe e da casa urbana da rua dos Palhares ainda hoje existentes , pelo conv vio com Duarte Coelho, primeiro capit o donat rio do Pernambuco, pela morte de Pedro lvares da Madeira, comido pelos tupinamb s, pelo candombl dos escravos pretos, pelos terrores de uma nova geografia e de uma nova fauna, pelo mart rio do povo mi do portugu s no Novo Mundo, evidenciando assim o lado popular do hero smo quotidiano, exultante e aziago, miscigenador e dizimador, generoso e rapace, dos primeiros colonos portugueses no Brasil.
    Mem rias de Branca Dias Com uma exist ncia entre a Hist ria e a Lenda considerada uma das matriarcas do Pernambuco Branca Dias no s culo XVI no Brasil a primeira mulher portuguesa a praticar esnoga a primeira mestra

    One thought on “Memórias de Branca Dias”

    1. Um daqueles livros que comprei por causa do Booktube E j l v o uns 2 anos, pelo menos.Nunca o teria descoberto de outra forma E j me tinha esquecido que o tinha, n o fosse andar procura na minha estante de um livro de um autor que nunca tivesse lido, um livro n o muito grande, e a lombada deste l me chamou a aten o.E que livro N o estava nada espera Desconhecia o Miguel Real, nem sequer me lembro de nenhuma a o de marketing volta dele, mas este livro transforma a trag dia em algo divertido O rel [...]

    2. Este livro ambicioso Contar um relato na 1 pessoa de uma personagem hist rica de quem pouco ou nada se conhece Contudo, o autor conseguiu uma boa est ria e com uma sensa o de realidade grande, raramente me lembrei que era um homem contempor neo a escreve la A voz da narradora, Branca Dias, rica, expressiva e temos facilidade ouvir este relato Este livro d um contexto hist rico da poca rico e bastante interessante, sem se tornar demasiado descritivo um livro recomendado apenas a quem gosta de ler [...]

    3. A vida dura de uma judia portuguesa de Viana de Castelo que foge Inquisi o, para o Brasil, nos finais do s c XVI Branca Dias que foi quase, quase, quase Feliz Quanto mais se aproxima o dia em que reverei a minha av , mais me afasto dos homens Apinhei o quintal de rvores de fruto, plantei duas maqueiras gordas, uma pitangueira e uma multid o de ara azeiros e enchi a casa de cachorros e gatos, que partilham o p o comigo tenho uma saguinzinha, a Chica, que me persegue por todo o lado e finca se no [...]

    4. Gostei dif cil compar lo com A Ministra , porque s o muito diferentes Do ponto de vista liter rio, acho que este romance superior, no entanto, na perspectiva pessoal preferi o outro arrebatador Em todo o caso, da leitura de ambos resultou a vontade de ler mais este autor.E, neste livro, uma particularidade interessante gostei mesmo muito da Apresenta o pessoal 3 edi o.

    5. Um livro muito original, que arranca ao esquecimento a mem ria de uma mulher justa, vision ria, livre pensadora e absolutamente singular Miguel Real rep e assim a justi a recria lhe a voz uma voz directa, genu na e corajosa e p e a toda inteira perante os nossos olhos E n s curvamo nos, reverentes.

    6. Interessante, mas depois de ter lido A voz da terra para mim, o melhor e O sal da terra , fiquei um pouco desiludido Esperava melhor

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *