[↠ Os Lindos Braços da Júlia da Farmácia || ☆ PDF Read by ☆ José Rentes de Carvalho]

Os Lindos Braços da Júlia da Farmácia By José Rentes de Carvalho,

  • Title: Os Lindos Braços da Júlia da Farmácia
  • Author: José Rentes de Carvalho
  • ISBN: 9789725649671
  • Page: 268
  • Format: Paperback
  • Uma paix o t rrida em Sevilha a crueldade de um filantropo ingl s o crime passional de Beb Almeida uma fria manh de Paris de 1955 o afamado bordel de Madame Blanche enquadram algumas das extraordin rias hist rias que comp em Os Lindos Bra os da J lia da Farm cia, o mais recente livro de fic o de de Jos Rentes de Carvalho O que aqui interessa, por m, o dia de PrUma paix o t rrida em Sevilha a crueldade de um filantropo ingl s o crime passional de Beb Almeida uma fria manh de Paris de 1955 o afamado bordel de Madame Blanche enquadram algumas das extraordin rias hist rias que comp em Os Lindos Bra os da J lia da Farm cia, o mais recente livro de fic o de de Jos Rentes de Carvalho O que aqui interessa, por m, o dia de Primavera de 1937 em que chega a Sevilha sob nome falso, tendo por ordem hospedar se em determinado hotel e aguardar que lhe entreguem a informa es sobre as tropas de Franco da mulher que uma tarde entrou no bar e se sentou junto dele Visivelmente rapariga da vida Simp tica nunca saberemos mais nem a idade, o porte, nada do seu rosto Talvez devido s circunst ncias, ou ao perigo que os rodeava a cidade n o tardaria a revoltar se a favor dos nacionalistas e vivia se um ambiente de cat strofe estalou entre aquele rapaz de vinte e seis anos e a mulher inc gnita uma paix o nica, t o devoradora que, dentro de dias, a ele pouco sobrava do sentido da realidade Todos os desejos da carne se lhe realizavam, mesmo os nunca sonhados nenhuma loucura parecia imposs vel abria se lhe, repentina, uma vastid o insuspeita de felicidade e prazer E o passado amigos, fam lia, trabalho, as horas de tert lia, o pudor da esposa, tudo isso parecia extremamente mon tono e desagrad vel, um planeta long nquo A guerra Que lhe interessava a guerra
    Os Lindos Bra os da J lia da Farm cia Uma paix o t rrida em Sevilha a crueldade de um filantropo ingl s o crime passional de Beb Almeida uma fria manh de Paris de o afamado bordel de Madame Blanche enquadram algumas das extraordin ri

    One thought on “Os Lindos Braços da Júlia da Farmácia”

    1. Nestes trinta contos, Jos Rentes de Carvalho leva nos a viajar por muitos dos lugares e pa ses onde o pr prio viveu e trabalhou, os cen rios s o, por isso, os mais diversos, de aldeolas remotas a grandes metr poles S o hist rias breves que sinopseadas convenceriam muito poucos, mas que nas m os do autor ganham dramatismo palp vel e encantam Agora os romances.

    2. Esta foi a segunda obra de Jos Rentes de Carvalho que li e gostei imenso.Trata se de um livro de contos, alguns deles muito breves, que t m personagens muito caricatas Por variad ssimas vezes me ri muito com as conversas descritas ou com os pensamentos do narrador Todo o livro acontece num ambiente marcadamente masculino desde o narrador, aos ambientes cen rios recriados, das conversas pr pria linguagem utilizada.Mais uma vez encontramos nesta obra de Rentes de Carvalho linguagem muito pr pria d [...]

    3. Os Lindos Bra os da J lia da Farm cia estava nas minhas estantes, quieto e silencioso desde a Feira do Livro de Lisboa do ano passado Finalmente pediu para ser lido e em boa hora o fez Numa altura em que o tempo para ler n o abunda, o melhor mesmo ficar me por escritores que j conhe o e que tenho a certeza serem uma boa companhia J Rentes de Carvalho assim, embora dele s tenha lido dois livros, A Amante Holandesa e Ernestina , a afinidade foi imediata e irrevers vel para mim um velho conhecido O [...]

    4. Com uma escrita fant stica que nos prende logo na primeira p gina e que nos transporta para outros universos com tanta facilidade precis vamos que esses universos e as personagens que os habitam fossem muito mais desenvolvidas uma montanha russa de emo es em que os pontos baixos s o sempre os fins inesperados, indesejados e, por vezes, um pouco atabalhoados de cada est ria.As est rias s o muito curtas e deixam sede de mais

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *